Caos em Auckland: até o (retirado) selecionador canadiano da Davis jogou o qualifying

Por Nuno Chaves - Janeiro 11, 2020

É uma situação, no mínimo, insólita. Foi conhecido esta noite o quadro principal do ATP 250 de Auckland, que conta com o nosso João Sousa, no entanto, o que está a chocar o mundo do ténis é o quadro para a fase de qualificação.

É que a organização contou com alguns problemas em completar o lote de 16 tenistas e então passaram-se coisas pouco comuns. Mas vamos por partes.

Um dos pontos mais “estranhos” é o facto de existirem três alternates, mas dois deles que ninguém esperava. Um é Kiranpal Pannu, jogador local que ocupa apenas o 1466.º lugar do ranking mundial. Mas o seguinte é, talvez, ainda mais surpreendente. Falamos de Frank Dancevic, jogador que já se encontra retirado da modalidade e que é, por exemplo, capitão do Canadá, na Taça Davis.

Mas há mais: por estarem apenas inscritos 14 dos 16 jogadores para este qualifying – organização não conseguiu arranjar mais dois tenistas -, Holger Rune, número um mundial de juniores, e Mackenzie McDonald seguem automaticamente para a ronda final de acesso ao quadro principal (tenistas foram escolhidos de uma forma aleatória).

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.