Calleri chocado: «Cheguei a acreditar em Mariano Puerta»

Por Bola Amarela - Agosto 15, 2020
puerta
La Nacion

Agustin Calleri, antigo tenista de topo e atual presidente da Associação Argentina de Ténis, mostrou-se chocado com as recentes declarações do seu compatriota Mariano Puerta, que assumiu 15 anos depois ter jogado dopado a final de Roland Garros em 2005, onde o espanhol Rafael Nadal ganhou o seu primeiro de 12 títulos em Paris.

Fiquei surpreendido que depois de quinze anos ele tenha dito que mentiu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS). Eu confiei no que ele tinha dito e acreditei nas declarações que ele fez na época, que fizeram com que o TAS reduzisse a sua sentença. É por isso que o que ele disse surpreende. Naquele momento acreditei nele sim, estava dentro das possibilidades, podia acontecer que a sua esposa estivesse a beber água com um remédio e o Mariano bebesse no mesmo copo. Pessoalmente não teria feito isso, mas algo assim poderia acontecer. Fiquei desiludido”, confessou em declarações ao ‘La Nacion’.

Calleri lembra que nos tempos em que jogava sempre tentou defender-se destas situações. “Eu tinha muito cuidado. Nunca bebia de uma garrafa que já estivesse aberta. Só tomava suplementos alimentares de vitaminas que eram mesmo necessários. Fazia tudo o mais limpo possível e tinha muito cuidado, até com as bebidas energéticas!”

Bola Amarela