Brasileiro João Souza banido para a vida por corrupção (muito) agravada

Por Bola Amarela - Janeiro 25, 2020
feijão

O tenista brasileiro João Souza, conhecido como Feijão e suspenso provisoriamente desde março de 2019, viu este sábado ser anunciada a sua sentença final pela TIU (Unidade de Integridade do Ténis).

O atleta de 31 anos de idade, atualmente rankeado na 742.ª posição ATP, foi banido para o resto da vida da modalidade, não podendo mais competir ou participar em nenhum evento da ITF ou demais entidades do ténis, além de ter ainda de pagar uma multa de 200 mil dólares.

A pena é resultante de uma investigação realizada entre 2015 e 2019, que considerou o tenista culpado da manipulação de encontros e venda de resultados em torneios de nível Challenger e Future no Brasil, México, Estados Unidos e República Checa.

Além da manipulação de resultados, Feijão também foi condenado por não denunciar aproximações corruptas, não colaborar com as investigações — destruindo até provas! — e abordar outros jogadores solicitando-lhes que não dessem seu melhor em court, com o objetivo de favorecer os seus esquemas.

Bola Amarela