Borges, Silva e Domingues com wild cards para o Challenger 125 de Oeiras

Por Bola Amarela - Maio 14, 2021
Domingues
Foto: Bruno Alencastro/ Bola Amarela

A Federação Portuguesa de Ténis (FPT) apresentou, esta sexta-feira, o ATP Challenger 125 Oeiras Open, o terceiro torneio do ATP Challenger Tour a acontecer no país em 2021 — e também o mais importante, dado tratar-se da categoria mais elevada logo a seguir ao primeiro patamar do circuito ATP, no qual está inserido o Millennium Estoril Open.

Organizado no Complexo Desportivo do Jamor entre os dias 16 e 22 de maio, com o apoio da ATP e da Câmara Municipal de Oeiras, o ATP Challenger 125 Oeiras Open distribui 132.280 euros em prémios monetários e entrega 125 pontos ao vencedor.

Os portugueses Frederico Silva (que esta semana surge na melhor classificação da carreira, o 170.º lugar), João Domingues (227.º) e Nuno Borges (301.º e com estreia assegurada no top 300 já na segunda-feira) receberam os três convites disponíveis para o quadro principal. Silva está nesta altura apenas um lugar fora da lista, pelo que deverá libertar o seu convite para outro tenista.

Assim, vão juntar-se ao compatriota Pedro Sousa (111.º e o único português a ter entrada direta) num elenco de luxo que inclui seis jogadores do top 100 mundial — Jiri Vesely (73.º), Steve Johnson (85.º), Federico Coria (91.º), Pedro Martínez (94.º), Yannick Hanfmann (95.º) e Juan Ignacio Londero (98.º) — e ainda o prodígio espanhol Carlos Alcaraz (114.º), treinado pelo ex-número um mundial Juan Carlos Ferrero.

Para a fase de qualificação, os wild cards foram entregues a Gonçalo Oliveira (309.º), Gastão Elias (312.º) e Tiago Cação (529.º), que entrarão em ação já a partir de domingo para procurarem lugar no quadro principal, que começa na segunda-feira. Cação está em Espanha ainda a competir num ITF e poderá não chegar a tempo do torneio. Um destes três poderá ficar com o wild card de Frederico Silva, que deverá ser libertado.

O sorteio do qualifying está marcado para as 18h30 de sábado, enquanto os dos quadros principais de singulares e pares acontecem meia-hora antes. A Sport TV transmitirá em direto dois encontros por dia a partir das 13 horas entre segunda-feira e sexta-feira e, no sábado, a grande final, marcada para as 12 horas a pedido da ATP, uma vez que o qualifying de Roland-Garros começa domingo, dia 23 de maio.

Bola Amarela