Bia Maia vence pela primeira vez em Roland Garros: «Cresci a ver este torneio»

Por José Morgado - Maio 22, 2022
bia-maia

PARIS. FRANÇA. Beatriz Haddad Maia, número 48 do ranking WTA e única tenista brasileira a jogar os quadros principais de singulares (homens ou mulheres) de Roland Garros 2022, entrou este domingo com uma boa vitória no maior torneio do Mundo de terra batida. A viver o melhor momento (e ano) da sua carreira, a brasileira de 25 anos derrotou a qualifier espanhola Cristina Bucsa, 127.ª WTA, por 6-3, 1-6 e 6-2, em 2h15 de duelo. Agora, pode reencontrar a espanhola Garbiñe Muguruza, caso a campeã de 2016 ultrapasse Kaia Kanepi. Uma das melhores vitórias da carreira de Bia Maia foi precisamente contra Muguruza, em Wimbledon 2019.

“Estou em boa forma mas isto é uma nova semana, novas condições e toda a gente tem frio na barriga. No primeiro set joguei um alto nível de ténis em algum momento mas a partir do final do primeiro parcial fiquei mais conservadora. No início do segundo set perdi muitos jogos equilibrados mas sabia que era uma questão de detalhe. Sabia que tinha de ficar no jogo e que ele ia mudar. Quando foi para terceiro fiquei tranquila porque acredito muito no meu físico e tenho vencido muitos encontros em três sets”, confessou ao Bola Amarela no final do encontro.

Maia é a única brasileira em prova em singulares nos quadros principais e está consciente da responsabilidade, que é também um privilégio. “Desde pequena que sendo brasileira que vejo este torneio. Sou a única brasileira em singulares, crescemos a ouvir o Guga a brilhar em Roland Garros e sinto-me uma privilegiada por representar o Brasil num torneio como este, mas estou com os pés no chão e a pensar apenas na próxima ronda. Tenho de canalizar a energia para o lugar certo”.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.