Benneteau: «Mauresmo não aguentou mais ser insultada por Murray»

Por admin - 11 Maio, 2016

Numa entrevista ao jornal L’Equipe, Julien Benneteau afirmou que Amelie Mauresmo decidiu cessar a sua colaboração com Andy Murray pois não conseguia tolerar mais insultos da parte do tenista escocês.

“Ainda em Miami, a Amelie não estava na box do Andy durante os encontros. Às vezes ele consegue ser muito nervoso no court e grita insultos para a sua própria equipa. Se calhar a Amelie estava farta disso. Provavelmente não queria ser mais vezes insultada à frente das câmaras. De qualquer das formas, fica provado que ela toma as suas próprias decisões de forma independente.”

Oficialmente, Murray e Mauresmo tornaram público o término da sua colaboração logo a seguir à derrota do jogador de 28 anos frente a Novak Djokovic na final de Madrid. Como razão para o fim da relação profissional foi apontado o facto de Mauresmo não conseguir dedicar-se totalmente à sua função de treinadora em virtude de ter de criar o seu filho de apenas nove meses de idade.

O que também é facto é que já tinha havido rumores de que Mauresmo não teria estado presente da forma que Murray necessitava durante o período em que colaboraram. Além disso, o feitio irascível de Murray é bem conhecido de todos…