Basilashvili: «Vou provar que estou inocente e não direi mal da minha ex-mulher»

Por José Morgado - Maio 24, 2020
basilashvili-1

Nikoloz Basilashvili, de 28 anos, defendeu-se este domingo em comunicado depois de ter sido detido na sexta-feira por queixas de violência doméstica contra a sua ex-mulher, Neka, da qual se divorciou nos últimas meses e com a qual tem o seu único filho, Lukas.

O georgiano, número 27 do ranking mundial, não quis fazer grandes considerações sobre o caso, mas assegura-se inocente. “Estou inocente e acredito que vou prová-lo em tribunal com a ajuda dos meus advogados. A ligação especial que tenho com o meu filho faz com que eu não teça qualquer palavra sobre a mãe dele, pois é a mãe do meu único filho e tenho respeito por isso. No tribunal defenderei aquilo que considero ser a verdade. Para mim essa é a minha prioridade e não quero causar dano ao meu filho”, revelou no comunicado.

Entretanto, a família de Basilashvili acusa a ex-mulher do tenista de difamação constante ao longo dos últimos meses com o objetivo de prejudicar a família e a carreira do seu ex-marido. Numa mensagem publicada na imprensa do país, os pais de Nikoloz acusam Neka de ter invadido a propriedade da família de Basilashvili sem autorização e negam que tenha havido qualquer episódio de violência.

A ex-esposa de Basilashvili, que no passado fez igualmente uma queixa por alegada violência da mãe do ex-marido contra o neto, explicou a situação à saída do tribunal. “Não faço a mínima ideia por que razão me tentaram bater. Fui buscar o meu filho normalmente e o pai do Nikoloz esperava-me com uma faca”, acusou.

Recorde-se que o pai de Basilashvili tem mesmo uma ordem de afastamento em relação à sua ex-nora.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.