Barty gosta da exigência: «É muito emocionante ver o que está a acontecer no circuito»

Por Bola Amarela - Janeiro 3, 2022

Ashleigh Barty é dona e senhora do trono do ranking mundial feminino, mas a concorrência está a apertar cada vez mais com o aparecimento e crescimento de várias jogadoras. Quem o diz é a própria australiana, que se prepara para o arranque de mais uma temporada na qual espera muitas dificuldades para se manter por cima da hierarquia.

“Em cada época aparecem outras jogadoras a desafiar, independentemente de quem ocupa o primeiro lugar. Tivemos anos de rutura até chegarmos a 2022. Muitas raparigas deram um passo frente e é muito emocionante ver o que está a acontecer no circuito. Todos víamos o grupo de mulheres que estavam em cima, mas algumas tiveram lesões. Agora o nível está muito alto, há muita profundidade no circuito”, considerou.

Barty vai arrancar a temporada no WTA 500 de Adelaide – pode defrontar Coco Gauff logo no primeiro encontro – e sabe o que espera alcançar nos próximos tempos. “Procuro desenvolver totalmente o ténis, é o que estou sempre a tentar porque quero ser uma tenista competa. Quero que não haja buracos no meu jogo e é nisso que estamos a trabalhar. Luto para ser o mais completa possível e tirar o melhor de mim”, destacou.

  • Categorias:
  • WTA
Bola Amarela