Barty com exibição digna de número um para bater Kenin rumo às ‘meias’ em Adelaide

Por José Morgado - Janeiro 7, 2022
barty-adelaide

Ashleigh Barty, número um do Mundo e que esteve muito perto de perder o seu primeiro encontro de 2022 diante da norte-americana Coco Gauff, apresentou esta sexta-feira impressionantes melhorias para se qualificar de forma concludente para as meias-finais do WTA 500 de Adelaide, na Austrália, onde está a iniciar a nova temporada.

A líder mundial, de 25 anos, derrotou nos quartos-de-final a jovem norte-americana Sofia Kenin, 12.ª da hierarquia mundial e campeã do Australian Open em 2020, por 6-3 e 6-4, num encontro em que disparou uns impressionantes 17 ases em 10 jogos de serviço, perdendo apenas um ponto (!) no seu primeiro serviço em todo o encontro. Barty aguarda por outro encontro entre duas campeãs de Grand Slam — Victoria Azarenka e Iga Swiatek — para saber quem defronta nas meias-finais de singulares. A australiana também está, entretanto, na final de pares ao lado da compatriota Storm Sanders.

A outra meia-final de singulares em Adelaide vai colocar frente a frente a cazaque Elena Rybakina, sétima cabeça-de-série e número 14 mundial, e a surpreendente japonesa Misaki Doi, número 105 WTA. Rybakina sobreviveu à norte-americana Shelby Rogers (40.ª WTA), por 3-6, 6-3 e 6-2, ao passo que Doi impôs-se em três horas à jovem eslovena Kaja Juvan (100.ª), por 6-3, 4-6 e 7-6(5).

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.