Arábia Saudita prepara-se para receber um Masters 1000 a partir de 2025

Por José Morgado - Outubro 20, 2023
riade

A Arábia Saudita continua a acenar ao Mundo do ténis com (muito) dinheiro e o ATP prepara-se para ‘ceder’ com o objetivo de evitar uma guerra semelhante àquela a que assistimos no golfe nos últimos anos. Segundo revela o presidente da Federação Italiana de Ténis (que organiza o Masters 1000 de Roma) na imprensa transalpina, o ATP já decidiu atribuir um Masters 1000 ao milionário país do Médio Oriente a partir de 2025.

A prova deverá ser disputada anualmente em janeiro e será mista, ou seja, disputar-se-á em simultâneo com um WTA 1000. A expectativa é de que este evento possa servir de preparação para o Australian Open, que tradicionalmente se disputa na segunda quinzena de janeiro. Segundo o dirigente italiano, o ATP está a tentar que este Masters 1000 “satisfaça o forte desejo dos árabes em organizar torneios”.

Recorde-se que o ATP já atribuiu à Arábia Saudita a organização das ATP NextGen Finals para os próximos cinco anos.

Um torneio desta dimensão no início do ano iria muito provavelmente ‘matar’ a recente United Cup e todos os tradicionais torneios dessa fase da temporada.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt