Após bater Osaka, Collins reafirma que 2024 será a sua última época

Por José Morgado - Fevereiro 6, 2024
collins-abu

Danielle Collins surpreendeu tudo e todos ao afirmar logo após a sua eliminação no Australian Open que a sua retirada estava para breve e esta terça-feira, após derrotar Naomi Osaka na primeira ronda do WTA 500 de Abu Dhabi, assegurou que essas palavras não foram de cabeça quente. A temporada de 2024 será mesmo a última da carreira da antiga top 10 WTA e finalista do Australian Open em 2022.

“Ainda me sinto em forma, apesar de este ser o meu último ano. Mas preciso de terminar. Aproveitei bem o meu tempo no circuito, diverti-me muito e tive grandes experiências, que não teria tido se fizesse outra coisa da minha vida. Mas ainda não acabou, ainda tenho objetivos por atingir. De qualquer forma tem sido bom para mim ter uma data para acabar, isso ajuda-me mentalmente”, confessou Collins, de 30 anos.

Osaka despede-se de Abu Dhabi na primeira ronda e com um pneu

Collins teve uma carreira profissional curta, uma vez que só é profissional desde os 23 anos depois de uma passagem de sucesso pelo circuito universitário.

Leia também:

  • Categorias:
  • WTA
Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt