Alexander Zverev: «Sou número quatro ATP por alguma razão…»

Por admin - 14 Janeiro, 2018

Depois de um ano de 2017 em que Alexander Zverev confirmou em definitivo todo o seu potencial, o tenista alemão procura consolidar-se no topo do ténis mundial. Já em Melbourne para disputar o Open da Austrália, o jogador de 20 anos está pronto para entrar em court e iniciar o primeiro Major do ano.

Atualmente na 4ª posição do ranking ATP, Sascha tem bem presente na sua mente aquilo que pretende melhorar este ano. “Tenho que melhorar a minha prestação nos Grand Slams. Na primeira metade de 2017 consegui chegar à 4ª ronda em Wimbledon. Em algumas derrotas, nem foi por ter jogado mal mas sim por ter defrontado bons adversários, portanto não é algo com que me deva preocupar em demasia, mas claro que é um objetivo”, admitiu em conferência de imprensa.

Questionado sobre o que deve fazer para conseguir chegar mais longe nos Majors, Zverev foi claro. “Não devo mudar muita coisa. Já mostrei várias vezes que consigo jogar e derrotar os melhores. Sou número 4 do mundo por alguma razão, sem querer parecer arrogante. Sempre trabalhei muito fisicamente, sempre tentei subir a produtividade nos Grand Slams e espero conseguir superar-me neste torneio.

Quanto ao facto de poder defrontar o seu irmão na 3ª ronda, o mais novo dos manos Zverev garante que ainda não pensa no assunto. “Ainda temos de vencer 2 encontros. Ele tem que vencer o Chung e o Kokkinakis, por isso, o seu quadro não é nada fácil. Ainda assim, espero que consigamos chegar lá e será um dia muito interessante. Seria muito especial defrontar o meu irmão num torneio do Grand Slam”, confessou.

O primeiro adversário de Alexander Zverev no Open da Austrália será o italiano, Thomas Fabbiano.