Alcaraz bate Djokovic em mais um duelo ÉPICO e faz história em Madrid

Por Bola Amarela - Maio 7, 2022

Carlos Alcaraz continua a provar que é um autêntico fenómeno. Este sábado alcançou mais um momento para recordar, na sua curta carreira, ao derrotar Novak Djokovic nas meias-finais do ATP 1000 de Madrid.

Naquele que terá sido o melhor encontro da temporada do circuito ATP, o jovem espanhol triunfou com os parciais de 6-7(5), 7-5 e 7-6(5), após umas inacreditáveis 3h38 minutos.

Este foi um daqueles duelos que será recordado durante muito tempo, dada a qualidade apresentada por parte dos dois intervenientes. Com um ambiente escaldante – e claramente para o lado de Alcaraz -, Djokovic mostrou-se indiferente a tudo isso e acabou por vencer o primeiro parcial no tie-break depois de muito equilíbrio.

Existia a dúvida se Alcaraz estaria com capacidade para reagir no segundo set mas desde cedo se percebeu de que estava mais do que capaz. Depois de vários jogos com break points, mas sem concretizações de parte a parte, acabou por ser ao 12.º jogo que o espanhol quebrou o sérvio, levando tudo para a negra.

Aí, voltámos a ter equilíbrio absoluto e sempre com momentos de absoluto brilhantismo. Djokovic ainda salvou match point quando servia para igualar a 5-5 mas Alcaraz acabou mesmo por se impor no decisivo tie-break.

O jovem de 19 anos fez história, já que se tornou no primeiro jogador a vencer Djokovic e Nadal de forma consecutiva em terra batida. Alcaraz segue assim para a grande final e vai lutar pelo título frente a Alexander Zverev ou Stefanos Tsitsipas.

Bola Amarela