Miguel Oliveira e Godo Díaz sobem no ranking na ressaca do Lisboa Challenger

Não foram substanciais as alterações no ranking do World Padel Tour após a conclusão, no último domingo, do Lisboa Challenger no Clube VII. Entre os portugueses apenas Miguel Oliveira viu a sua posição alterada, figurando atualmente no 83º posto, e dos campeões argentinos, Gonzalo “Godo” Díaz e Luciano Capra, somente um contabilizou pontos suficientes (120) para escalar duas posições.

Enquanto Godo deixou o 24º lugar para ocupar o 22º na hierarquia mundial, graças à conquista do Troféu Lisboa 2021, o seu parceiro manteve-se no 21º posto, reduzindo, contudo, a distância que o separa de Guillermo Lahoz (20º). Entre o contingente nacional, e muito embora tenha saído derrotado da primeira ronda do quadro principal do Lisboa Challenger, Miguel Oliveira subiu uma posição e é 83.º classificado, enquanto Vasco Pascoal manteve-se na 96º posição.

Diogo Rocha, que cedeu nos oitavos de final da prova portuguesa do World Padel Tour, continua no 64º posto do ranking com 627 pontos, mas a apenas quatro pontos de distância de Francisco Gomes (63º). O parceiro do jogador do Team FPP, Antonio Luque, tal como a dupla Godo Díaz/Luciano Capra, foi quem também tirou maior partido da participação do Lisboa Challenger. Chegou ao Clube VII como 52º colocado e, antes de iniciar a primeira ronda do Barcelona Masters, é 50º na hierarquia mundial.

No ranking feminino, liderado por Alejandra Salazar Bengoechea e Marta Marrero , Ana Catarina Nogueira é a portuguesa melhor classificada, figurando numa honrosa 25º posição, com 882 pontos. Apesar de mais nenhuma atleta do Team FPP estar no top-100, Sofia Araújo está às portas (114º), tal como Margarida Fernandes (127º). Diana Silva (149º) e Filipa Mendonça (155º) são as outras duas jogadoras portuguesas a figurar no ranking. Note-se que só recentemente as atletas portuguesas, com exceção de Ana Catarina Nogueira, começaram a disputar o World Padel Tour.

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *