Nick Kyrgios: «Nós, australianos, estamos em desvantagem»

Chegou aquela altura do ano em que Nick Kyrgios se sente realmente como peixe na água. Em Brisbane, o australiano defende durante esta semana o estatuto de terceiro cabeça-de-série diante do seu público, família e amigos. Em entrevista aos jornalistas presentes na prova australiana, o número 21 mundial revelou que gostava de ficar mais tempo pelo seu país a jogar torneios.

Kyrgios diz mesmo que se sente um tanto ao quanto injustiçado se se comparar aos seus companheiros de circuito. “Temos apenas três torneios”, começou por frisar. “Se nos compararmos com os jogadores americanos e com os europeus, eles têm muitos torneios, estamos em desvantagem por ter de ficar mais tempo longe de casa”.

“Gostava de ter mais torneios na Austrália, de modo a colmatar a diferença que existe em relação à América e à Europa. No ano passado estive quatro meses sem vir a casa, o que torna difícil passar algum tempo com a família”, acrescentou o australiano de 22 anos.