Carreño Busta não torce pela desistência de Nadal: «É um amigo e quero que vá a Londres»

Pablo Carreño Busta, número 10 mundial, ficou à porta das ATP World Tour Finals. A fazer a melhor época da carreira (de longe), o espanhol de 26 anos confessou muito contente com a temporada alcançada e não tem quaisquer arrependimentos pelo fraco final de temporada, que acabou por lhe custar um lugar em Londres.

Após perder no meu primeiro encontro e Paris fui para casa a achar que já estava de férias. Mas depois fiquei surpreendido ao perceber que até domingo fui tendo esperanças de me apurar. Tive algumas lesões, mas não fui o único. Felizmente consegui recuperar sempre este ano sem ter de ser operado”, admitiu o espanhol, que passou pelo Millennium Estoril Open… e foi campeão!

Carreño Busta será assim o primeiro alternate em Londres e espera uma decisão de Rafael Nadal, que ainda não sabe se joga na O2 Arena. “Sei que ele tem problemas crónicos nos joelhos e tem tido algumas dores, mas eu quero que ele vá a Londres, porque merece e é um bom amigo”.

Sobre o autor
-

Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *