Diretor do Estoril Open assegura que vai continuar a aposta em jovens estrelas

João Zilhão, diretor do Millennium Estoril Open, asseguru que a ideia de continuar a trazer jovens tenistas ao Estoril parece não sair dos planos, mesmo depois de ter sido criticado por algumas pessoas pela atribuição do primeiro ‘wild-card’ ao australiano Alex De Minaur, que acabou igualmente por jogar pares com Lleyton Hewitt.

“Nós, desde o primeiro momento, temos apostado em jovens como o [Borna] Coric e [Nick] Kyrgios. Este ano apostei no Alex De Minaur, uma decisão controversa, porque ninguém o conhecia. Nós queremos trazer cá [ao Estoril Open] os futuros número um, a nova geração”, explicou.

João Zilhão frisou mesmo que é uma “aposta fantástica trazer os futuros ‘Nadais’ e ‘Federeres’, que “já dão cartas no presente”.