Harrison atira-se a algum público… americano: «Não precisamos de adeptos que torcem pelo Monfils contra o Isner»

Ryan Harrison alcançou esta quinta-feira uma vitória muito complicada na segunda ronda do ATP 250 de Atlanta, depois de ter estado a perder por 7-6 e 5-3 diante do australiano John Millman, com match point pelo meio, mas no final do encontro aproveitou a oportunidade para pedir ao público americano de outros torneios que sigam o exemplo… de Atlanta.

“Apoiaram-me do primeiro ao último minuto. Em todos os momentos, em todos os pontos. Até o DJ. Gostava que fosse assim em todos os torneios nos Estados Unidos. Precisamos mais de adeptos assim e menos daqueles que torcem pelo Monfils contra o Isner no US Open”, disparou o campeão do Millennium Estoril (e de Roland Garros) na variante de pares.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *