Sharapova: «O doping já faz parte do passado»

Por José Morgado - Dezembro 12, 2018
Russia’s Maria Sharapova celebrates after victory against Netherland’s Richel Hogenkamp at the end of their women’s singles first round match on day three of The Roland Garros 2018 French Open tennis tournament in Paris on May 29, 2018. / AFP PHOTO / Thomas SAMSON

Maria Sharapova, ex-número um do Mundo e vencedora de cinco títulos do Grand Slam, o último dos quais em Roland Garros 2014, assegurou esta quarta-feira em entrevista que já deitou para trás das costas a polémica do seu controlo positivo de doping em 2016, que afastou dos courts durante 15 meses.

A russa de 31 anos, que viveu uma temporada de 2018 com mais baixos do que altos, esclarece o seu estado de espírito. “Continuo a ter mesma paixão e motivação. Se há algo que lamento na minha carreira não foi o caso de doping, mas sim as minhas lesões no ombro. O doping faz parte do passado. Admiti o meu erro, paguei as consequências e está encerrado. Continuo a ter o privilégio de fazer o que mais gosto”.

Sharapova nega os rumores de que 2019 pode ser a sua última temporada. “Não penso em retirar-me. Continuo a amar o ténis por isso essa ideia nem sequer passa pela minha cabeça. Já ganhei muita coisa na minha carreira. Mas posso e quero ganhar ainda mais. Vou continuar…”

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.