Fabio Fognini: «Espero que o Federer vá para longe»

Fabio Fognini está em altas. O italiano de 31 anos conquistou na semana passada o terceiro título do ano, primeiro em superfícies duras, subindo para o 14.º posto do ranking mundial, com os olhos postos no top 10. “Talvez seja um sonho, mas não sentir pressão como senti quando era mais novo”, desabafou o talentoso e rebelde italiano, em entrevista ao Sky Sport.

Para isso, precisa de continuar a vencer, nomeadamente os grandes nomes. “No temporada passada, as contas do ranking ficaram mais em aberto, tínhamos apenas o Rafa [Nadal] e o Roger [Federer], que espero que vá para longe, apear de ser seu fã (risos). Depois apareceram jogadores mais jovens, e eu posso competir com eles. É um dos meus sonhos”.

Falando sobre si e o potencial que não viu concretizado até então, o transalpino considera que talvez não tenha sido a falta de sensatez. “Se Fognini fosse mais forte mentalmente, teria sido número cinco do mundo. Não sabemos. Foi a loucura que me fez subir até à 13.ª posição”.