Zverev on a roll: 13.ª vitória consecutiva garante mais uma final no Masters 1000 de Roma

Treze vitórias consecutivas, três finais consecutivas em 2018, segunda final consecutiva no Masters 1000 de Roma. Alexander Zverev pode não estar a passar pelo melhor momento fora do court mas o jogador alemão está completamente ao rubro dentro dele, carimbando neste sábado o acesso a mais um encontro derradeiro com Rafa Nadal. O derrotado de hoje foi Marin Cilic, com os parciais de 7-6(13) e 7-5.

Foi um encontro que, apesar de ter apenas duas partidas, durou ao longo de mais de duras horas, já que ambos os jogadores se mantiveram excelentes no registo do serviço. Na primeira partida não se concretizou nenhum dos quatro pontos de break que Zverev teve à disposição (Cilic teve 0) e, já no tiebreak, o número três do mundo foi obrigado a salvar cinco (!) set points, aproveitando o seu quarto para confirmar a vantagem.

Com a vantagem do seu lado, Zverev arrancou na segunda partida logo com um break mas a vantagem durou apenas até ao 4-2, momento em que Cilic, 5.º ATP, igualou novamente a contenda. O último e decisivo break chegou quando o croata, recém-casado, servia para forçar um novo tiebreak, acabando por sucumbir perante o jovem talento que continua surpreender tudo e todos.

O encontro entre Nadal e Zverev será o quinto entre ambos, e o registo dá clara vantagem (4-0) ao maiorquino. O último duelo, na Taça Davis deste ano, acabou com um triunfo para Nadal em três partidas.