WTA Finals. Pliskova e Kuznetsova vencem após salvarem match points

Uma jornada memorável na abertura do Grupo Branco em Singapura que terminou bem depois da uma da manhã. Svetlana Kuznetsova e Karolina Pliskova entraram esta segunda-feira com uma vitória nas WTA Finals, após vencerem verdadeiras batalhas com contornos dramáticos, em que tiveram, tanto uma como outra, que salvar match points.

O caso de Kuznetsova é o mais impressionante. A russa qualificou-se para Singapura ao vencer o título em Moscovo, no sábado, e 48 horas depois apareceu nas WTA Finals, com um voo de 10 horas pelo pelo, para confirmar o seu enorme ascendente no confronto direto frente à polaca Agnieszka Radwanska, campeã em título e segunda cabeça-de-série (é agora de 13-4), por 7-5, 1-6 e 7-5, salvando um match point à mistura, no terceiro set.

Depois… um filme semelhante mas com ainda mais altos e baixos. Pliskova derrotou Garbiñe Muguruza no duelo entre as duas mais jovens tenistas da competição, por 6-2, 6-7(4) e 7-5, mas a espanhola liderou por 4-0 no terceiro set e teve match point a 5-2 40-30 antes de permitir a recuperação. Tudo isto depois de até ter recuperado de 2-6, 1-3 de desvantagem. Uma loucura.

Classificação do Grupo Branco

1. Karolina Pliskova, 1 vitória/0 derrotas, 2 sets ganhos/1 perdido, 19 jogos ganhos/13 perdidos
2. Svetlana Kuznetsova, 1/0, 2/1, 15/16
3. Agnieszka Radwanska, 0/1, 1/2, 16/15
4. Garbiñe Muguruza, 0/1, 1/2, 13/19

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Jornalista do Jornal Record desde 2013. Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *