Schiavone, aos 36 anos, conquista o seu primeiro título em 14 meses e garante entrada direta em Roland Garros

Há jogadores e jogadores que se podem orgulhar de ter como principais qualidades a crença, a garra e determinação. Francesca Schiavonne é, sem margem para dúvidas, um desses casos. Aos 36 anos, a jogadora italiana voltou aos títulos 14 meses depois, após derrotar na final do WTA de Bogotá, a espanhola Lara Arruabarrena com os parciais de 6-4 e 7-5 em 1h41 minutos de encontro.

A ex número 4 mundial, que em caso de vitória sabia que tinha garantida a entrada direta no quadro principal em Roland Garros, não tremeu e garantiu o seu sétimo título da carreira em torneios WTA, numa semana em que certamente não se irá esquecer tão cedo. Com este triunfo, além de marcar presença no segundo Grand Slam da temporada, vai também subir mais de 60 (!) posições no ranking WTA. Atualmente na 168ª posição, Schiavone já sabe que na próxima atualização da classificação, irá escalar até ao lugar 104 da hierarquia mundial.

 

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *