Aos 30 anos, Elena Vesnina mostra que também sabe ganhar grandes títulos sozinha e vence Indian Wells

Campeã de Grand Slam. Campeã olímpica. Campeã de quase todos os mais importantes torneios do Mundo… em pares. Aos 30 anos, Elena Vesnina mostrou esta semana que, definitivamente, também sabe ganhar sozinha, conquistando em Indian Wells o título de singulares mais importante da sua carreira.

Numa final cem por cento russa com alguns contornos dramáticos, Vesnina derrotou a sua grande amiga e mais cotada compatriota Svetlana Kuznetsova, número oito mundial e duas vezes campeã de Grand Slam (em singulares), por 6-7(6), 7-5 e 6-4, em 3h02, na mais longa final feminina da história desta competição. Vesnina alcançou o título da maneira mais difícil, dando a volta a desvantagens de 1-4 no segundo set e 2-4 no terceiro…

“Adoro Indian Wells e agora… ainda adoro mais. Tenho tantas emoções dentro de mim neste momento. Agradeço a todas as pessoas que me apoiaram, ao meu pai que está comigo sempre, a toda a minha equipa, à minha família em casa, em Moscovo, em Socchi. Olá Rússia!”, disse durante o seu discurso de campeã.

Ao todo, este é o terceiro título de singulares de Vesnina e de longe o mais importante, depois dos troféus em Hobart e Eastbourne, em 2013.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Jornalista do Jornal Record desde 2013. Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *