Ana Ivanovic pediu ao WTA que retirasse o seu nome dos rankings

ATP

O calendário pode já ter começado de novo, mas os melhores tenistas do mundo continuam a ser os mesmos – e pela mesma ordem, uma vez que não há qualquer mudança a registar no top100. Irá Novak Djokovic recuperar a liderança, ele que defende os dois primeiros torneios do Grand Slam da temporada (e que o levaram a conquistar o Grand Slam de forma consecutiva,  eternizando-se como um dos melhores, se não o melhor, de sempre)?

É desta que Nick Kyrgios, Alexander Zverev e/ou Borna Coric, os três tenistas mais jovens e mais promissores da primeira metade dos cem primeiros, irão (finalmente) “furar” o top10 mundial? E Roger Federer – e também Rafael Nadal -, estará de facto acabado ou ainda voltará, uma vez mais, ao seu melhor nível, tal como o regressado Juan Martin del Porto? Se está tão entusiasmado como nós para saber a resposta a estas questões, não se esqueça de acompanhar diariamente o seu site de ténis!

1. (1) Andy Murray (Reino Unido), 12.410 pontos
2. (2) Novak Djokovic (Sérvia), 11.780 pontos
3. (3) Milos Raonic (Canadá), 5.450 pontos
4. (4) Stan Wawrinka (Suíça), 5.315 pontos
5. (5) Kei Nishikori (Japão), 4.905 pontos
6. (6) Marin Cilic (Croácia), 3.650 pontos
7. (7) Gael Monfils (França), 3.625 pontos
8. (8) Dominic Thiem (Áustria), 3.415 pontos
9. (9) Rafael Nadal (Espanha), 3.300 pontos
10. (10) Tomas Berdych (Rep. Checa), 3.060 pontos

13. (13) Nick Kyrgios (Austrália), 2.460 pontos
16. (16) Roger Federer (Suíça), 2.130 pontos
24. (24) Alexander Zverev (Alemanha), 1.655 pontos
38. (38) Juan Martin del Potro (Argentina), 1.110 pontos
48. (48) Borna Coric (Croácia), 945 pontos


WTA

Não é um processo obrigatório, mas foi um dos desejos de Ana Ivanovic. A partir de 2 de janeiro de 2017, o seu nome não faz mais parte do ranking mundial, a pedido da própria, que ocupava o 62.º posto da hierarquia, tendo por isso entrada direta em boa parte dos torneios WTA (e de Grand Slam) durante os próximos meses.

A sérvia de 29 anos, que optou por um anúncio de retirada discreto e longe dos courts, não deverá assim entrar em nenhum torneio para fazer uma espécie de despedida, como aconteceu com outras jogadoras recentemente, como Flavia Pennetta, que depois de anunciar a retirada em 2015 ainda competiu numa série de torneios até abandonar… de vez.

Ivanovic segue o exemplo de Justine Henin, que se retirou quando era número um do Mundo e pediu que o seu nome fosse imediatamente apagado dos rankings, entregando essa posição… a Maria Sharapova, em maio de 2008. Semanas depois, esse posto de líder WTA foi entregue, imagine-se, a Ivanovic.

Estas são as dez tenistas que defendem o estatuto de top10 no início desta temporada, que, à semelhança do que se passa na hierarquia masculina, não se alterou:

1. (1) Angelique Kerber (Alemanha), 9.080 pontos
2. (2) Serena Williams (EUA), 7.050 pontos
3. (3) Agnieszka Radwanska (Polónia), 5.600 pontos
4. (4) Simona Halep (Roménia), 5.228 pontos
5. (5) Dominika Cibulkova (Eslováquia), 4.875 pontos
6. (6) Karolina Pliskova (Rep. Checa), 4.600 pontos
7. (7) Garbiñe Muguruza (Espanha), 4.236 pontos
8. (8) Madison Keys (EUA), 4.137 pontos
9. (9) Svetlana Kuznetsova (Rússia), 4.115 pontos
10. (10) Johanna Konta (Reino Unido), 3.640 pontos


Portugueses

Só há lugar para descidas no que diz respeito aos tenistas portugueses presentes no top1000 mundial; porém, as mesmas, a ocorrerem, oscilam entre somente um e dois lugares.

43. (43) João Sousa, 1.030 pontos
81. (81) Gastão Elias, 675 pontos
188. (188) Pedro Sousa, 304 pontos
318. (316) Frederico Ferreira Silva, 152 pontos
343. (342) João Domingues, 136 pontos
428. (427) Fred Gil, 97 pontos
483. (481) Gonçalo Oliveira, 82 pontos
555. (555) André Gaspar Murta, 61 pontos
590. (588) João Monteiro, 53 pontos
865. (863) Bernardo Saraiva, 18 pontos
892. (891) Rui Machado, 16 pontos
925. (927) Nuno Deus, 15 pontos
983. (981) Miguel Semedo, 12 pontos


Portuguesas

No sentido exatamente oposto, as tenistas lusas só melhoraram as suas classificações, com Maria João Koehler a ser a única a não o fazer e a manter-se no no 749º posto.

230. (231) Michelle Larcher de Brito, 223 pontos
553. (558) Inês Murta, 49 pontos
749. (749) Maria João Koehler, 22 pontos
1157. (1160) Inês Mesquita, 5 pontos
1175. (1178) Cláudia Cianci, 5 pontos

[EDITADO]

Sobre o autor
- Licenciado em Ciências da Engenharia - Engenharia Física. Estudante de Mestrado em Engenharia Física Tecnológica no Instituto Superior Técnico. Membro da equipa desde maio de 2011 e grande entusiasta por ténis.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *