Ana Ivanovic: «Às vezes sinto falta da competição, o ténis foi a minha vida»

Ana Ivanovic, antiga número um mundial que se retirou no final de 2016, com apenas 29 anos, utilizou o seu site oficial para uma sessão de perguntas e respostas com os seus fãs, menos de um mês depois de ter sido mãe pela primeira fez, fruto do seu casamento com o futebolista alemão Bastain Schweinsteiger.

A sérvia, agora com 30 anos, admite ter saudades da competição, mas garante que neste momento a prioridade é a família. “O ténis foi a minha vida. Uma parte muito importante de mim e claro que às vezes sinto falta da competição. Mas sinto que é a minha altura de retribuir aos outros com os meus conhecimentos e neste momento a família é a minha prioridade”, confessou.

Ivanovic lembra quais os momentos mais memoráveis da sua carreira. “Claro que ganhar Roland Garros está no topo, em 2008, mas a primeira vez que fui a Roland Garros e ganhei à Amélie Mauresmo, então número um do Mundo, é talvez mais inesquecível. O público foi incrível”.

A sérvia falou, claro, da recém maternidade. “É uma das coisas mais bonitas do Mundo. Faz-nos apreciar as coisas pequenas da vida, que muitas vezes parecem básicas, como simplesmente tomar banho ou até dormir, claro!”

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *