Toni Nadal: «Quem é o melhor jogador alemão? Sabine Lisicki»

Quando se faz uma pergunta a Toni Nadal há algo que se deve ter mente: a resposta vai ser tudo menos previsível, seja qual for o assunto. É assim quando fala sobre o seu sobrinho, Rafael Nadal, é assim quando aborda os melhores jogadores da atualidade e é assim quando o assunto passa a ser o ténis “Made in Germany”.

Pois bem, questionado sobre quem considera ser o melhor jogador alemão, o treinado de 54 anos não foi, portanto, pela via mais consensual, que neste caso seria Angelique Kerber, a número um germânica e top-10 mundial. Andrea Petkovic, a segunda melhor jogadora alemã, não foi tão pouco a escolha de Toni Nadal.

“Quem é o melhor jogador alemão para mim? Sabine Lisicki”.

Tão simples quanto isto. Para o tio e treinador de Rafael Nadal, a atual número 18 mundial é não só quem produz melhor ténis na Alemanha como uma das jogadoras do circuito WTA com mais potencial. “Lisicki tem tudo o que uma campeã precisa”, afirmou Toni Nadal ao Der Tagesspiegel. “E eu digo por que razão não está no topo: ela simplesmente não está suficientemente em forma. Está à vista de todos”, acrescentou.

A finalista de Wimbledon em 2013 não tem uma estrutura física que acompanhe todo o talento e poder das suas pancadas, o que tem comprometido as suas prestações frente às melhores jogadoras do mundo, segundo o tio de Rafael Nadal.

Lisicki foi finalista de Wimbledon em 2013

Lisicki foi finalista de Wimbledon em 2013

Lisicki tem na relva a sua melhor superfície de eleição e em Wimbledon o seu melhor torneio. Além de ter alcançado a final em 2013, tendo sido derrotada por Marion Bartoli, a alemã de 25 anos atingiu as meias-finais em 2011 e os quartos-de-final em 2009, 2012 e 2014.

Sobre o autor
-

Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *