Sloane Stephens já não é a melhor do Mundo sem títulos

Sloane Stephens deixou de ser a partir deste domingo a melhor jogadora do Mundo sem títulos WTA. A norte-americana viveu uma semana de sonho em Washington e conquistou na capital dos Estados Unidos o seu primeiro troféu no principal circuito, aos 22 anos, e logo na primeira final disputada.

Na final do Citi Open, que contou com casa cheia tanto para a final masculina (onde Kei Nishikori bateu John Isner), como para o encontro da discussão do título feminino, Stephens arrasou por completo a russa Anastasia Pavlyuchenkova, antiga campeã do Portugal Open (2013), que nunca conseguiu encontrar o seu melhor ténis, por claros 6-1 e 6-2, em apenas 64 minutos.

Sloane Stephens leva 280 pontos da capital do seu país e vai regressar ao top-30 esta segunda-feira. Anastasia Pavlyuchenkova fica à porta, no 32.º posto.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Jornalista do Jornal Record desde 2013. Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *