Kafelnikov não perdoa Sharapova: «Ela tomava o que tomava para ganhar vantagem sobre as outras»

Yevgeny Kafelnikov, antigo número um mundial e atual vice-presidente da Federação Russa de Ténis, não está interessado em defender Maria Sharapova de todas as situações recentes, até porque considera que a russa de 30 anos é culpada por tudo o que passou… e continua a passar.

“Rejeito quem diz que eu sou agressivo em relação à Maria. Eu simplesmente sou neutro. Ela tomou meldonium para tirar vantagem sobre as suas adversárias. Não acredito quando me dizem que é um medicamento ‘inofensivo’. Ela usava-o com uma intenção muito clara”, disparou Kafelnikov em entrevista ao ‘Championat’.

O antigo tenista russo não ‘compra’ a versão de que a russa tem problemas de saúde. “Se ela tivesse problemas de saúde tê-lo-ia dito à partida. Ela nunca o disse a continuou a usar o medicamento de forma constante, portanto não acredito que tenha sido sem esse propósito.”

Sobre o autor
-

Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *