Em crise. Radwanska vai abandonar o top 10 pela primeira vez em dois anos

Conhecida por ser uma das jogadoras mais ‘certinhas’ do circuito feminino, Agnieszka Radwanska não tem conseguido fugir à espiral de resultados negativos em que caiu no início da época, e está de saída do top 10. A polaca de 28 anos foi derrotada esta madrugada pela australiana Daria Gravilova, 26.ª do ranking WTA, nas meias-finais do torneio de New Haven, nos Estados Unidos, por duplo 4-6.

Radwanska vai abandonar o lote das melhores jogadoras do mundo pela primeira vez em dois anos, sendo ultrapassada no ranking por Dominika Cibulkova, apurada para a final do Connecticut Open, onde vai defrontar, precisamente, Gravilova, que conseguiu a nona vitória sobre uma jogadora do top 10.

Além de atirar Radwanska para fora do top 10, Gravilova impede a jogadora polaca de defender o título conquistado no ano passado.

 

 

Sobre o autor
-

Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *