Angeliquer Kerber vence primeiro título após jejum de ano e meio

A conquista de um Grand Slam pode funcionar tanto como um desbloqueio para o início de uma carreira de sucesso, como também como uma espécie de maldição para os meses que se seguem. Para o caso de Angelique Kerber, a sua carreira não foi propriamente a mais feliz desde que conquistou o Open dos Estados Unidos, em 2016, mas a jogadora alemã parece estar novamente a encontrar o seu melhor ténis e foi mesmo dele que se valeu para vencer este sábado o torneio de Sydney.

Atualmente na 22.ª posição do ranking, bem longe do topo que ocupou noutros tempos, Angelique Kerber derrotou a local Ash Barty na final do torneio de Sydney pro 6-4 e 6-4 ao fim de 73 minutos, num encontro em que até enfrentou seis pontos de break mas apenas deixou escapar um.

Este é o primeiro título de Kerber depois de ter conquistado o seu segundo torneio do Grand Slam, o US Open em 2016, numa temporada que contrasta com aquilo que apresentou ao longo de todo o ano de 2017, no qual não foi além de uma final disputada em Monterrey.

Com este resultado, Kerber vai ficar às portas do top-15, ao ocupar a 16.ª posição no arranque do Open da Austrália. Logo atrás fica Ash Barty, que passa da 19.ª para a 17.ª posição.

 

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *