João Sousa agradece carinho dos portugueses em Miami: “É importante ver que desfrutam do meu ténis”

Depois de uma bom torneio em Indian Wells, João Sousa deu nesta quarta-feira arranque à sua participação no Masters 1000 de Miami com uma vitória na primeira ronda diante do norte-americano Ryan Harrison. Num encontro que teve dois tiebreak e quase duas horas, o vimaranense conseguiu ser superior e confessou no final que estava satisfeito com a sua prestação, realçando ainda o apoio que foi sentido das bancadas.

“Estou muito contente pela vitória, mais uma num Masters 1000. Todas as vitórias são importantes mas num Masters 1000 é mais especial, especialmente em Miami, neste campo (Stadium), onde já tinha jogado várias vezes mas nunca tinha vencido”, começou por dizer João Sousa.

Numa análise mais detalhada do duelo, o número 80 do mundo admitiu que teve “um começo que não foi o meu melhor, difícil de me adaptar às condições porque estava muito vento e ele estava muito forte“, mas que passado alguns jogos “comecei a mexer-me melhor, a ser mais agressivo e a ser fiel ao meu estilo de jogo”, mostrando-se também bastante sólido “a nível mental”.

Numa nota final, João Sousa aproveitou para realçar o carinho que recebeu dos seus adeptos, muitos deles compatriotas, vindo diretamente das bancadas de Miami: “agradeço o apoio dos portugueses, há aqui muitos em muitos deles jogavam ténis. É sempre importante ter o carinho e o apoio deles, também das pessoas em casa, e ver que desfrutam do meu ténis”.

Na próxima ronda, segue-se David Goffin, sétimo cabeça-de-série

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.