Domingues vence braço-de-ferro e fica a um passo do título no Porto

João Domingues até nem começou bem, mas terminou da melhor maneira o seu encontro das meias-finais do Future do Porto, a terceira de quatro etapas do Cascais NextGen Tour, que vale um wildcard para a fase de qualificação do Millennium Estoril Open 2017.

O jogador de Oliveira de Azeméis bateu o espanhol de 25 anos Javier Marti, 619.º ATP, pelos parciais de 2-6, 7-5 e 6-3, num forte braço-de-fero, que terminou apenas ao cabo de duas horas e 31 minutos, e vai protagonizar, juntamente com o brasileiro Daniel Dutra da Silva, uma final cem por cento falada em português no Clube de Ténis do Porto.

O número quatro nacional e 270.º do ranking ATP, que defende o estatuto de primeiro cabeça-de-série, continua a destacar-se no ranking que vai definir o vencedor do convite para a prova ATP 250 nacional, que arranca dentro de duas semanas, depois de ter atingido a final na primeira prova do Cascais NextGen Tour, disputada no Lisboa Racket Centre.

De seguida, será a vez de João Monteiro pisar a terra batida do CT Porto, para tentar conquistar o título de pares, ao lado do brasileiro Bruno Sant’Anna.

Sobre o autor
-

Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *