Sharapova de regresso ao local onde o pesadelo começou: «Consegui aprender com os momentos maus»

Dois anos depois, Maria Sharapova está de regresso ao Open da Austrália, local onde foi acusada de ter utilizado uma substância ilegal. Com a ausência da campeã do ano passado, Serena Williams, a organização decidiu escolher a tenista russa para estar presente no sorteio e levar o troféu que irá passar para as mãos de uma tenista, no próximo dia 27 de janeiro.

Contente com o regresso, Sharapova falou aos jornalistas presentes na cerimónia. “É especial estar de volta. Aprendi com os momentos maus. Tive que voltar a esforçar-me nos torneios mais pequenos. Os meus pais, depois de ter ganho o meu primeiro título depois da suspensão, estavam muito emocionados. O caminho será exigente mas tens sempre que começar por baixo e ganhar às melhores jogadoras para triunfar. Não existe nenhum caminho fácil para o topo”, comentou a antiga número 1 mundial.

De recordar que a tenista de 30 anos vai defrontar na primeira ronda do Open da Austrália, a alemã Maria Tatjana, sendo que poderá medir forças frente a Angelique Kerber na 3ª ronda da prova australiana.