Pedro Sousa: «Não tenho jogado muito em piso rápido»

Pedro Sousa, derrotado pelo ucraniano Sergyi Stakhovsky no segundo encontro desta sexta-feira, em Bucha, assumiu que não teve grandes oportunidades de contrariar “um adversário muito bom”.

“Foi um encontro difícil. O meu adversário teve muito mérito na maneira como jogou. Tive as minhas oportunidades, principalmente no final do primeiro ‘set’ e no início do segundo, mas não consegui aproveitar. Podia ter jogado melhor, mas, no global, não foi um jogo mau. Não tenho jogado muito em piso rápido e tenho de dar mérito ao adversário que foi melhor que eu”, sublinhou o lisboeta.

Para o encontro de pares o capitão português escalou João Sousa e Gastão Elias, que vão defrontar Denys Molchanov e Sergiy Stakhovsky. No primeiro singular do dia, o vimaranense volta ao ‘court’ para medir forças com Stakhovsky, antes de Pedro Sousa defrontar Illya Marchenko no último encontro de singulares da eliminatória.