Pedro Sousa impedido de alcançar a final por Carlos Berlocq

A missão de dar um passo em direção à final no Challenger de Campinas revelou-se impossível este sábado para Pedro Sousa, por culpa do antigo campeão do Portugal Open Carlos Berlocq, que se impôs pelos parciais de 6-0 e 6-4, nas meias-finais da prova brasileira.

O lisboeta de 28 anos, esta semana na 207.ª  posição ATP, mas que na próxima semana atingirá o melhor ranking de sempre (191.º ATP), graças à vitória dos quartos-de-final, na jornada de ontem, mostrou sinais de querer dar a volta ao resultado, ao quebrar o serviço do argentino de entrada, mas não conseguiu segurar a vantagem.

Pedro Sousa sai de Campinas sem conseguir lutar pelo título, mas mostrou mais uma vez a ótima forma em que se encontra e que já o fez amealhar 72 triunfos na presente temporada. Este é segunda vez em 2016 que o jogador do CIF atinge as meias-finais de uma prova challenger, depois de ter ficado entre o top-4 em Tempere, na Finlândia, em julho.