Pedro Sousa: «Felizmente estou a tempo de recuperar para a Davis»

Pedro Sousa sentiu, esta sexta-feira, algumas dores no seu pulso direito que o forçaram a desistir do encontro dos quartos de final do future de Hammamet, na Tunísia, que decorre esta semana. No entanto, o lisboeta de 28 anos, um dos convocados para a eliminatória da Taça Davis entre Portugal e Israel, admite não ser uma lesão que o impeça de defender as cores portuguesas no próximo fim de semana.

“Não é nada de grave, mas vou precisar de ter alguns cuidados. Felizmente estou a tempo de recuperar para a Taça Davis e também para os próximos torneios”, começou por dizer ao Bola Amarela o jogador luso, que aterrou hoje em Portugal, esperando iniciar em breve a sua preparação para o confronto a ter lugar no CIF.

“Ao que tudo indica, segunda-feira já treino com eles. Estou há dois dias em descanso absoluto e amanhã também vou descansar”, rematou Pedro Sousa que tem sido minado por lesões durante a sua carreira, especialmente no seu pulso esquerdo, ao qual chegou a ser operado em 2015.

Recorde-se que Portugal encara Israel na primeira ronda do Grupo I da zona euro-africana da Taça Davis, num confronto a realizar-se entre 3 e 5 de fevereiro. Para a eliminatória, Nuno Marques, selecionador nacional, nomeou João Sousa, Gastão Elias, Pedro Sousa e Frederico Silva.