Nike queria pagar menos e por menos anos a Federer

Roger Federer trocou uma relação de 20 anos com a norte-americana Nike pela japonesa Uniqlo e aos poucos vão sendo conhecidos mais alguns pormenores sobre o milionário negócio. Segundo avança o ‘Sports Businness Journal’, o interesse de Federer foi sempre o de prolongar a relação com a Nike, mas as coisas… não correram bem.

A Nike desejava passar a pagar metade do que pagava (de 10 milhões para 5 por ano, mais objetivos) ao helvético de 36 anos e quebraria esse contrato no momento em que o campeoníssimo deixasse de jogar, algo que Federer nunca quis na nova tentativa de negociação.

Segundo a mesma fonte, Federer vai receber o mesmo durante 10 anos na Uniqlo, mesmo que se retire amanhã, ainda que o ‘Sports Businness Journal’ ponha em causa os 30 milhões por ano inicialmente falados, fazendo crer que os valores são consideravelmente inferiores.