Nadal tomba Delpo no ENCONTRO DO ANO e encara Djokovic nas ‘meias’

Com Rafael Nadal é lutar até ao último ponto, até que as forças lhe faltem. E, quando do outro lado da rede está Juan Martin del Potro, capaz de se agarrar a cada ponto como se fosse o último, o resultado não podia ser outro: ténis difícil de tirar da memória.

No final, ganharam os adeptos e o espanhol de 32 anos, por 7-5, 6-5(7), 4-6, 6-4 e 6-4, por se ter aguentado melhor nos intensos jogos do quinto set, decididos praticamente todos nas vantagens.

Andy Murray, que vestiu a pele de comentador para a BBC, deixou-se render ao incrível duelo no Centre Court, que só terminou ao cabo de quatro horas e 47 minutos: “O nível de ténis neste quinto está a ser brilhante, do melhor que já vi até ao momento no torneio”.

Depois deste colossal desafio, Nadal terá mais um duro teste pela frente, com o seu velho conhecido Novak Djokovic, que na jornada de hoje chegou-se à frente, a fazer lembrar os velhos tempos, para derrotar Kei Nishikori em quatro sets.