Nadal: «Não disse que não me emocionaria reencontrar Federer na final. Seria fantástico»

Depois de ter afirmado não querer defrontar Roger Federer na final de Wimbledon, Rafa Nadal veio esclarecer as suas declarações, que causaram muitos comentários por parte da opinião pública, em geral.

O número um mundial, que garantiu esta segunda-feira o regresso aos quartos-de-final no All England Club, sete anos depois, explicou. “Se chegarmos à final vou ficar emocionado por defrontá-lo. Não quis dizer que não me emocionaria ao reencontrar o Federer na final, apenas que seria muito difícil porque é muito bom. Seria um grande resultado para mim. Enfrentar o Roger de novo seria fantástico. Agora, se me perguntares, eu escolhia outro rival”, referiu o maiorquino.

Nadal voltou a deixar claro o seu objetivo para o seu terceiro Grand Slam da temporada. “O objetivo primordial é tentar ganhar o torneio. Depende de com quem jogas, podes ter mais ou menos oportunidades de ganhar. Podia chegar aqui e dizer: ‘Sim, gostava de enfrentar os melhores’, mas não sou esse tipo de pessoa”.

Recorde-se que o espanhol vai defrontar esta quarta-feira o vencedor do confronto entre Juan Martin Del Potro Gilles Simon, que ficou por se decidir esta terça-feira devido à ausência de luz natural no final da jornada de ontem.