Murray dá atualização sobre condição clínica e… aumenta dúvida para Wimbledon

Há muito que se tinha percebido que a recuperação de Andy Murray à operação na anca direita não estava a correr tão bem como esperado. O britânico de 31 anos, antigo número um mundial, decidiu esta terça-feira emitir um comunicado onde dá uma atualização da sua condição clínica, revelando que só agora voltou aos treinos.

“Tem sido tudo muito lento. Estou quase parado há um ano, o que é uma interrupção na minha carreira muito superior àquela que eu e a minha equipa certamente esperávamos. Estou mais perto de poder voltar a jogar, comecei a treinar há alguns dias e espero estar em condições para a relva”, confessou o escocês, sem nunca dar certezas… de nada.

Murray falou especificamente de Wimbledon. “Espero estar em condições de jogar Wimbledon, mas claro que o Federer é o favorito. Ganhou oito vezes lá e tem um registo fabuloso no torneio”, lembrou Murray, que se jogar os The Championships não vai integrar o lote de cabeças-de-série, algo que não acontece há mais de uma década.