Multa de Sousa está suspensa até ao final do verão. Ele admite: «Se calhar não me portei da melhor maneira»

João Sousa não terá de pagar, pelo menos para já, a multa que lhe foi atribuída em Wimbledon por alegado abuso de linguagem no seu encontro da primeira ronda de singulares do torneio britânico, frente ao alemão Dustin Brown. O valor vai permanecer suspenso e apenas terá de ser pago caso o vimaranense de 28 anos repita este tipo de comportamentos até ao US Open.
Em declarações ao jornal ‘O Jogo’, Sousa admite que não se comportou da melhor forma. “Depois do ‘warning’, se calhar não me portei da melhor maneira, mas foi uma situação de total frustração, porque foi a advertência mais injusta que alguma vez levei. Daí a minha reação”.
Sousa volta a competir na semana de 17 de julho, no ATP 250 de Umag, na Croácia.