Mischa Zverev é multado em 37 mil euros por fraco desempenho no Open da Austrália

A regra tem poucas semanas, mas vai já fazendo mossa. A primeira vítima da medida que pretende acabar com as desistências nas primeiras rondas dos torneios do Grand Slam foi Mischa Zverev, que abandonou o seu embate da ronda inaugural do Open da Austrália quando perdia por 2-6, 1-4 diante de Hyeon Chung.

A multa aplicada ao mais velhos dos irmãos Zverev é de 45 mil dólares (quase 37 mil euros), pouco menos do que o valor do prémio monetário correspondente à primeira ronda, 47 900 dólares (cerca de 40 mil euros). Considera o Grand Slam australiano que o alemão de 30 anos revelou falta de profissionalismo ao entrar no court quando já estaria lesionado.

A fraca prestação ostentada por Zverev, defende a organização, podia ter sido evitada se tivesse desistido antes do embate, dando oportunidade a um “lucky loser” de jogar. O Conselho que rege os Grand Slams quer acabar com a tentação de os jogadores decidirem jogar a primeira ronda mesmo lesionados, para embolsarem o dinheiro correspondente à primeira ronda.

Uma regra que nasceu na pré-temporada, mas que teve já repercussões neste Open da Asutrália. Zverev foi o único jogador a abandonar o torneio na ronda inaugural. Vários outros jogadores optaram por retirar-se antes do início da prova, garantido metade do seu dinheiro em prémio sob a nova regra.