Mischa surpreende Pouille e junta-se ao mano Sascha nos ‘oitavos’ em Monte Carlo; Dimitrov e Goffin também ganham

É uma semana especial para os manos Alexander e Mischa Zverev. Os dois irmãos alemães, que vivem em Monte Carlo e estão, portanto, a dormir em casa durante o Masters 1000 do Principado, garantiram esta terça-feira a qualificação para os oitavos-de-final do primeiro grande torneio de terra batida da temporada de 2018.

Alexander, número quatro mundial, sofreu para confirmar o seu favoritismo diante do luxemburguês Gilles Muller, por 4-6, 6-3 e 6-2, ao passo que Mischa alcançou a maior surpresa do dia, batendo o francês Lucas Pouille, sétimo cabeça-de-série e número 11 ATP, por 2-6, 6-1 e 7-6(3), invertendo o péssimo momento de forma que tem vivido. Esta foi, aliás, a primeira vez que o mais velho dos manos Zverev ganhou dois encontros seguidos este ano.

Entretanto, mais dois favoritos tiveram de trabalhar duro para seguir para os oitavos-de-final: Grigor Dimitrov recuperou de set abaixo para bater Pierre Hugues Herbert, por 3-6, 6-2 e 6-4, e David Goffin superou o talentoso grego Stefanos Tsitsipas, por 7-6(4) e 7-5.