McEnroe admira João Sousa e dá a sua tese para alguns dos problemas do português

John McEnroe falou esta sexta-feira com o jornal ‘Record’, em jeito de lançamento do Australian Open, e aproveitou para confessar ter bom impressão sobre as qualidades de João Sousa, número um nacional e único português presente no quadro principal em Melbourne. E até teorias sobre algumas das dificuldades pelas quais tem passado…

“O João Sousa tem boas chances de fazer um bom torneio, é um excelente jogador, mas tem vivido um período mais complicado porque chegou a um nível em que não só percebe o fosso que o separa daqueles tenistas que são verdadeiramente de topo, como também é um jogador que, pelo ranking que tem, se torna apetecível para os jogadores mais jovens e de classificação inferior. O Sousa é quase sempre cabeça-de-série em torneios ATP 250 e toda a gente menos cotada se motiva especialmente para derrotá-lo”, confessou McEnroe.

O americano lembra que muitos tenistas têm atingido o pico de carreira depois dos 30 anos. “A boa notícia para todos os jogadores da idade dele é que cada vez mais os jogadores mais velhos continuam a melhorar em idade avançada. Começam a perceber melhor as suas virtudes e dificuldades e isso nota-se muito no nível de ténis que produzem.”