Margaret Court Arena muda de nome… no Google Maps

A história já vai longa, e não abona nada a favor de Margaret Court. A antiga estrela australiana tem demonstrado constantes gestos públicos de homofobia com declarações que arrancam críticas e até insultos na internet. Houve até quem exigisse à Federação de Ténis Australiana que removesse o nome de Court de um dos courts de Roland Garros, medida que ainda não se consumou a nível oficial mas que já foi colocada em prática… no Google Maps, segundo alguns fãs mais atentos.
A história despoletou quando, no fim de maio, Margaret Court anunciou um boicite a uma companhia aérea por esta ter demonstrado o seu apoio ao casamento entre duas pessoas do mesmo sexo. A chuva de críticas não se fez esperar e, entre a legião de pessoas que estavam contra Court, estão Richel Hogenkamp e Sam Stosur, duas jogadoras assumidamente homossexuais, que pedem inclusive a mudança de nome do Margaret Court Arena, sob ameaça de não jogarem mais naquele estádio.
A reação da Tennis Australia foi branda, porventura até demais perante a gravidade da situação, e em nada a organização comentou face aos pedidos dos adeptos e até jogadores. Contudo, parece que houve quem tivesse arranjado de levar avante as exigências pelo menos a nível virtual, alterando o nome do Margaret Court Arena no Google Maps, dando-lhe o nome de Evonne Goolagong Arena.
Goolagong é uma antiga jogadora australiana que figurou no topo do ranking na primeira vez em 1976, vencendo quatro edições do Open da Austrália, uma de Roland Garros e dois de Wimbledon na vertente de singulares, para além de quatro finais perdidas no Open dos Estados Unidos.


Naturalmente, tudo isto não passa de uma alteração pontual e que em nada reflete o verdadeiro nome do estádio. Evonne Goolagong não terá sido consultada face a esta alteração.