Ljubicic sobre a paragem de Federer: «Ele precisava de descansar. Já não tem 18 anos»

Ivan Ljubicic, treinador e um dos principais responsáveis pelo regresso ao topo de Roger Federer, explicou esta quinta-feira os motivos que levaram o suíço a abdicar da temporada de terra batida, tal como aconteceu no ano passado.

Numa entrevista à Sky Sports, o croata confessou que foi a opção correta. “Tomar esta decisão para ele foi a mais sensata já que em 2017 funcionou. O que é certo é que no ano passado, a sua participação em Roland Garros esteve no ar até ao último momento já que o Roger chegou a treinar, mas depois decidiu saltar”, comentou.

“Este ano a decisão foi contundente e nem sequer lhe fez falta treinar. O Roger jogou muito no início do ano e precisava de um descanso. Já não tem 18 anos. Quem sabe o que tem acontecido caso tivesse ganho ao Kokkinakis em Miami. Quem sabe se não podia ter recuperado no dia depois com o descanso, mas é certo que chegou cansado a Miami”, esclareceu o antigo tenista profissional.

Questionado sobre o possível domínio de Rafa Nadal no pó-de-tijolo, Ljubicic foi claro. “Agora chegou o seu momento. No ano passado esteve muito bem. Agora está com mais pressão já que tem muitos pontos a defender, referiu. E quanto ao regresso de Novak Djokovic ao melhor nível, o croata tem uma certeza. “Isso leva o seu tempo. A pergunta não deve ser de se volta ou não, mas sim, quando é que o vai fazer”, concluiu.