Kvitova coloca a República Checa pela 10.ª vez consecutiva nas meias-finais da Fed Cup

Embalada da semana perfeita em São Petersburgo, na Rússia, na semana passada, Petra Kvitova revelou-se a principal culpada da passagem da República Checa às meias-finais da Fed Cup pela décima vez consecutiva.

A checa de 27 anos colocou um ponto final na eliminatória com a Suíça, disputada na O2 Arena de Praga, com um triunfo tranquilo diante de Belinda Bencic, por 6-2 e 6-4, dando o 3-0 à sua seleção. As cinco vezes campeãs nos últimos sete anos vão lutar por um lugar na final da edição deste ano da competição por equipas com a Alemanha, que venceram as bielorrussas.

“Estava mais calma do que ontem (sábado), quando o público e toda minha equipe teve que me mandar energias positivas”, disse Kvitova. “Sabia que contra Belinda tinha que estar preparada para lutar por cada ponto, porque ela está em grande forma. O jogo foi bastante equilibrado no início, mas depois depois de conseguir o primeiro break senti-me melhor”, acrescentou.