Kerber não dá grandes hipóteses frente a Ostapenko e regressa à final de Wimbledon

Angelique Kerber está na final de Wimbledon pela segunda vez na carreira. Depois de 2016, a alemã, que se tem apresentado em grande forma em 2018, regressa ao encontro do título no All England Club e vai tentar conquistar o seu terceiro título do Grand Slam, já este sábado.

Numa meia-final na qual defrontou Jelena Ostapenko, a germânica de 30 anos apresentou-se muito forte e não deu qualquer hipótese durante toda a partida. Depois de pouco mais de uma hora de jogo, a antiga número um mundial dominou a campeã de Roland Garros em 2017, pelos parciais de 6-3 e 6-3, tendo sido superior em praticamente todos os momentos do confronto, apesar de no final do segundo set, Ostapenko ter recuperado uma desvantagem de 5-1 para 5-3 (com break point para fazer o 5-4).

No derradeiro embate, Angelique Kerber vai defrontar a vencedora do duelo entre a compatriota Julia Goerges Serena Williams. Caso a norte-americana vença, vamos ter uma reedição da final de 2016.