Julgamento de Bouchard após processo à USTA já arrancou

Dois anos e meio depois, Eugenie Bouchard, ex-top 5 mundial, está finalmente em tribunal, na sequência do processo que colocou à USTA, entidade organizadora do US Open. Em 2015, a canadiana caiu no balneário do Grand Slam norte-americano, fez uma concussão cerebral, desistiu do torneio e depois responsabilizou a organização quando às condições do piso no balneário, que se encontrava… escorregadio.

A batalha judicial já arrancou e os jornalistas que tiveram a oportunidade de acompanhar asseguram que a canadiana está bem encaminhada para ganhar o processo, uma vez que da parte da USTA, depois de todos estes anos, ninguém assumiu responsabilidades. A testemunha chave para a USTA (uma fisioterapeuta do WTA) ainda não foi ouvida.

Bouchard testemunhou durante mais de uma hora no tribunal de Brooklyn e deve voltar a ser ouvida na quarta-feira.